Institucional

Defesa Sanitária Animal

Defesa Sanitaria Vegetal

Inspeção Sanitária Estadual

Classificação Vegetal

Anatomia, Identificação e Cubagem de Madeira

Processo Seletivo Edital 003/09

>>Guias de Recolhimento<<

Trânsito

Atividades Laboratoriais

Tabela de Preços

Orgãos de Defesa
Legislação
Calendário de Eventos Agropecuários

Estatística e Resultados

Notícias
Sistemas on-line
Brucelose

Brucelose


         A Brucelose é uma doença dos animais transmissível ao homem. A presença desta enfermidade leva a quebra na produção animal e torna o produto da pecuária vulnerável a barreiras sanitárias, diminuindo sua competitividade no comércio internacional.

Prejuízos econômicos causados ao produtor:

  • Aborto.
  • Morte de Bezerros recém nascidos.
  • Retenção de placenta.
  • Queda dos índices reprodutivos.
  • Descarte precoce de reprodutores.
  • Restrições comerciais.

Meios prováveis de contaminação humana:

Ingerindo:

  • Água contaminada;
  • Leite cru;
  • Queijos elaborados com leite não pasteurizado;
  • Carnes cruas ou mal cozidas;
  • Contato com restos de aborto e secreções de animais doentes.
  • Manuseio inadequado da vacina.
  • Manipulando carnes e vísceras contaminadas.

A VACINAÇÃO  É OBRIGATÓRIA - PORTARIA SEDRAF/INDEA 002/2013
VACINE BEZERRAS BOVINAS E BUBALINAS  ENTRE 3 E 8 MESES DE IDADE COM VACINA B19.

É PROIBIDO VACINAR COM VACINA B19 FÊMEAS COM MAIS DE 8 MESES DE IDADE E MACHOS DE QUALQUER IDADE.

  • Quando ?
    • Sempre que houver na propriedade bezerras entre três e oito meses de idade.
  • Quem pode ?
    • Médico Veterinário Oficial ou Autônomo cadastrado no INDEA/MT, ou vacinador treinado, sob a responsabilidade do mesmo.
    • A vacinação de fêmeas de 3 a 8 meses em propriedades com  rebanho total de até 40 cabeças, que não forem atendidas por Médicos Veterinários autonômos, poderá ser realizada por Médicos Veterinários oficias (INDEA/MT).
  • Como adquirir ?
    •  vacina será adquirida em revendas veterinárias, mediante a apresentação do receituário.
  • O que fazer após a vacinação?
    • Levar a unidade local do INDEA/MT do seu município, uma via do atestado fornecido pelo Médico Veterinário, para validação do mesmo.
    • O prazo para apresentação do atestado de vacinação termina no quinto dia útil subsequente ao final de cada etapa. Existem duas etapas de vacinação no ano, a primeira etapa começa em primeiro de janeiro e termina em 30 de junho; e a segunda etapa começa em primeiro de julho e termina em 31 de dezembro.
  • Manuseio inadequado da vacina:
    • ATENÇÃO! A vacina contra a brucelose é VIVA, portanto, por representar risco a saúde de quem manuseia, deve ser aplicada pelo Médico Veterinário, ou por vacinador treinado, sob sua responsabilidade.

UMA ÚNICA DOSE DE VACINA B19, NAS FÊMEAS DE 3 A 8 MESES,
GARANTE A  PROTEÇÃO POR TODA A VIDA PRODUTIVA

ATENÇÃO! Propriedades irregulares com a vacinação contra a Brucelose estão impedidas de transitar com bovinos e bubalinos machos e fêmeas de qualquer idade, categoria ou finalidade.

>> Médicos Veterinários Oficiais <<

>> Médicos Veterinários Cadastrados - Autônomos (Em breve) <<

>> Link para o download dos formulários utilizados no programa <<


INDEA/MT - Instituto de Defesa Agropecuária  do Estado de Mato Grosso
Rua 02, S/Nº - Ed. Ceres - 2° Andar - Centro Político Administrativo - CPA - Cuiabá - MT
CEP : 78.050-970 - F
one: (65) 3613-6003 -
 
Disque Febre Aftosa: 0800-65-3015
Como estamos trabalhando: 0800-647-9990