SOCIAL

 
 
 
 
 
 
Disponibilizamos nesta seção a legislação pertinente as atividades do Indea:



Últimas adicionadas

  • Manual GTA Suideos 10.0
  • Dispõe sobre o armazenamento de produtos agrotóxicos e afins no Estado de Mato Grosso.
Quinta, 13 de novembro de 2014, 17h56 | Tamanho do texto: A- A+

Ferrugem Asiática


INDEA-MT

A ferrugem asiática da soja é uma doença causada por um fungo biotrófico [Phakopsora pachyrhizi (Sydow & P. Sydow).], ou seja, que precisa do hospedeiro vivo para obter seu alimento. Esta doença, constitui-se em um dos principais problemas fitossanitários da cultura.

O manejo da doença é mais efetivo quando são adotadas em conjunto, as medidas de controle disponíveis. É recomendado o uso da resistência genética, a eliminação das plantas voluntárias e outros hospedeiros (vazio sanitário), o uso de cultivares de ciclo curto, a semeadura no início do período recomendado e o tratamento químico com fungicidas eficientes.

Em Mato Grosso, a Instrução Normativa N.º 01/2015 instituiu o Vazio Sanitário da Cultura da Soja, com o objetivo de atuar como redutor do inóculo inicial, na safra seguinte. Esta regulamentação encontra-se atualizada e em conformidade com a legislação vigente, bem como das deliberações da Comissão de Defesa Sanitária Vegetal do Estado de Mato Grosso.

Como forma de localizar e conhecer todo o universo de trabalho, ficou instituído o cadastro de todos os produtores de soja do Estado, que deve ser atualizado anualmente, até o dia 15 de fevereiro de cada ano. As informações coletadas são de caráter sigiloso, e servirão para otimizar a utilização dos recursos orçamentários do programa.

Excepcionalmente, durante o vazio sanitário, poderão ser permitidos plantios de soja, com a finalidade de Pesquisa científica para melhoramento genético de soja, Avanço de gerações de linhagens de soja e produção e multiplicação, pelas Instituições de Pesquisas estabelecidas no Estado de Mato Grosso de sementes pré-genéticas, e genéticas, de variedades de soja devidamente testadas e definidas como resistentes ao fungo Phakopsora pachyrhizi. Este requerimento deve ser feito conforme um padrão (DOC | ODF), e encaminhado ao Indea-MT, pela unidade localizada no município onde será implantado o plantio em questão, até o dia 31 de janeiro de cada ano.

 

Os arquivos também estão disponíveis em Downloads.

 

Arquivo(s) anexado(s)

Mais sobre este assunto:

Preencha o formulário abaixo para receber nossos boletins: