Pular para o conteúdo

MT bate novo recorde nacional em índice de vacinação contra aftosa

Por Elisete Mengatti

O Estado de Mato Grosso continua superando os índices de vacinação contra febre aftosa./ O estado alcançou o índice vacinal de 99,85% do rebanho a ser imunizado na última campanha, realizada em novembro de 2019, voltada a imunização dos animais de zero a 24 meses. / No total a vacinação atingiu mais de 14 milhões e 300 mil cabeças.//

Os números foram comemorados pelo governo e pelo setor produtivo que trabalham em parceria a fim de garantir a sanidade animal e elevar o estado ao estatus de livre da doença sem vacinação até o ano de 2022.//

E o trabalho vem dando resultado.  Para este ano, algumas áreas que ficam na divisa com o estado de Rondônia já estarão livres da vacinação./ São cerca de 300 mil cabeças que estão em pequenas áreas dos municípios, de Comodoro, Colniza, Aripuanã e Juína. Somente o município de Rondolância terá todo seu território livre da vacinação, acompanhando o estado de Rondônia.

Segundo a Diretora Executiva da Associação dos Criadores de Mato Grosso, Acrimat, Daniella Bueno, todos esses avanços são a resposta dos criadores ao bom trabalho que vem sendo realizado pelas entidades e entes públicos.

Sonora Daniella Bueno

O presidente do Instituto de Defesa Agropecuária – Indea, Tadeu Mocelin, explicou que apesar das boas condições em termos de sanidade animal no estado, não se pode baixar a guarda. Segundo ele, para chegar até aqui, foi preciso muito trabalho e união de todos os envolvidos.//

Sonora Tadeu Mocelin

Detentor do maior rebanho bovino do Brasil, com mais de 30 milhões de cabeça, Mato Grosso tem na pecuária um dos pilares de sua economia./ Por isso, segundo o secretário de Desenvolvimento Econômico, Cesar Miranda, a sanidade animal no estado é fundamental.

Sonora Cesar Miranda.

Mato Grosso não registra nenhuma ocorrência de febre aftosa em seu território desde 1996, ou seja, há mais de 24 anos livre da doença.

Recentes
06 de Novembro de 2019 às 11:09

Sistema eletrônico simplificado garante agilidade e segurança na emissão da GTA

Por Jota Passarinho