Pular para o conteúdo
Voltar

Governo e pecuaristas discutem fim da vacinação contra a febre aftosa

Por Por Jota Passarinho

Tornar MT livre da febre aftosa sem vacinação é o sonho do Governo e claro, da classe produtora que há anos trabalham com esse objetivo.//

Com vistas a debater o assunto e preparar os envolvidos para retirada gradual da vacina a partir de 2021, o Governo do Estado, representantes do Ministério da Agricultura,  de entidades ligadas ao setor produtivo de mais quatro estados estão reunidos em Cuiabá.//

Para o coordenador de Sanidade Animal da CNA -  Confederação Nacional da Agricultura e Pecuária, Décio Coutinho, o plano não significa apenas a retirada da vacinação, vai muito além.//

Sonora: Décio Coutinho

De acordo com a presidente do Indea – Instituto de Defesa e Sanidade Animal de MT, Daniella Bueno, a reunião serve também para que cada estado conheça os métodos de trabalho um do outro e com isso, tomar decisões conjuntas para a retirada da vacina.//

Sonora: Daniella Bueno

O programa é importante para o processo de toda a cadeia produtiva da carne, não apenas de MT, mas para o Brasil e os países da América do Sul.//

O secretário adjunto da Sedec – Secretaria de Desenvolvimento Econômico de MT, Alexandre Possebon, destaca as vantagens da produção de bovinos livre de vacinação contra a febre aftosa.//

Sonora: Alexandre Possebon

Os estados participantes são, MS, PR, SC e RS./ O  encontro acontece no Salão Nobre Clovis Vettorato, no Palácio Paiaguás, em Cuiabá, e segue até quinta-feira, dia 21 de junho.//




Editorias