Pular para o conteúdo
Voltar

Indea reúne monitores das atividades de defesa sanitária vegetal

Dayanne Santana | Indea-MT

Dayanne Santana/Indea-MT
A | A

O Instituto de Defesa Agropecuária do Estado de Mato Grosso (Indea-MT) realizou de 7 a 9 de maio, uma reunião com os monitores dos programas da Coordenadoria de Defesa Sanitária Vegetal, eles se reuniram para discutir as ações realizadas em 2017. Para a presidente do Indea, Daniella Bueno, as monitorias colaborativas são importantes para o aperfeiçoamento das atividades do Indea.

“As monitorias colaborativas são atividades prioritárias no Indea, tanto na área vegetal como animal e tem como objetivo acompanhar o trabalho executado no campo e diagnosticar o que precisa ser aperfeiçoado, modificado para obtermos um melhor desempenho na execução das atividades”, destacou Daniella.

São 14 monitores da área de defesa sanitária vegetal. Os servidores visitam as unidades locais avaliando questões técnicas, administrativas e estruturais. De acordo com o diretor técnico do Indea, Thiago Augusto Tunes, os monitores são a extensão da coordenadoria. “Eles utilizam alguns critérios de avaliação e depois trazem esses dados para a reunião, onde são discutidas e deliberadas as próximas ações, quanto ao que precisa ser corrigido, melhorado”.

O objetivo da monitoria é conseguir atingir um nível de qualidade e quantidade na execução das atividades. Cada regional do Indea tem um monitor responsável pelas unidades locais. A próxima monitoria deve ser realizada de junho a julho de 2018, na qual serão avaliadas as atividades do 1º semestre do ano.

Os monitores da área vegetal avaliam atividades como certificação sanitária, fiscalização do vazio sanitário da soja e do algodão, fiscalização de sementes e mudas, fiscalização de agrotóxicos tanto no comércio quanto em propriedades rurais.





Editorias