Pular para o conteúdo
Voltar

Mato Grosso recebe missão do Ministério Saudita do Meio Ambiente, Água e Agricultura

Dayanne Santana | Indea-MT

A | A

Mato Grosso recebeu nesta sexta-feira (04.05) a Missão do Ministério Saudita do Meio Ambiente, Água e Agricultura (MEWA). Eles vieram para avaliar os controles do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e do Instituto de Defesa Agropecuária do Estado de Mato Grosso (Indea-MT) para a encefalopatia espongiforme bovina (EEB), popularmente conhecida como “doença da vaca louca”.

Durante a reunião, foram apresentados dados quanto à estrutura física e operacional do Indea, sistema de vigilância veterinária e programas sanitários desenvolvidos. Também foram apresentados os avanços do Programa Nacional de Prevenção e Vigilância da Encefalopatia Espongiforme Bovina (PNEEB) no Estado, uma vez que, Mato Grosso registrou um caso de EEB atípica, em abril de 2014, até então o último caso registrado no país.

De acordo com o superintendente da Associação Brasileira dos Exportadores de Gado (ABEG), Gil Reis, que está acompanhando a missão a convite do Mapa, os médicos veterinários do governo saudita vieram conhecer o sistema de defesa brasileiro.

“Eles são técnicos muito competentes e sabem que o Brasil tem um bom serviço de defesa agropecuária. A visita em Mato Grosso é em razão do caso atípico de EEB, onde o Indea e o Mapa resolveram o problema de forma competente e rápida”. Segundo Reis, essa missão tem o objetivo de concluir uma negociação que está em andamento. “Há três anos estamos negociando a abertura para a exportação de gado vivo para a Arábia Saudita, e essa missão é para a última análise, antes de bater o martelo na negociação”.

A presidente do Indea, Daniella Bueno, destacou o papel do serviço veterinário oficial quanto a participação em missões. “Mostramos com propriedade as atividades executadas pelo Indea, e a nossa função é justamente essa: demonstrar com transparência todas as atividades realizadas aos organismos nacionais e internacionais”.

Após a reunião a equipe seguiu para uma visita técnica em uma propriedade localizada em Santo Antônio do Leverger.

A missão do governo saudita esteve no Ministério da Agricultura, em Brasília, na quinta-feira (03.05) e segue para Pernambuco onde devem conhecer o Lanagro (Laboratório Nacional Agropecuário), e depois viajam para o Pará, onde vão conhecer o sistema de EPE (Estabelecimento pré-embarque – quarentena) de animais vivos para exportação.





Editorias