Pular para o conteúdo
Voltar

Sedec e Indea participam do 4º Fórum Estadual de Vigilância contra a febre aftosa

No Fórum foram discutidos os principais benefícios, desafios e oportunidades do Plano Estratégico 2016-2027 para a retirada da vacinação contra a Febre Aftosa
Viviane Moura | Sedec-MT

- Foto por: Sedec-MT
A | A

O secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico de Mato Grosso, César Miranda, participou da abertura do 4º Fórum Estadual de Vigilância contra a Febre Aftosa em Mato Grosso, realizado nesta quinta-feira (30-09), na Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Mato Grosso (Famato). O evento foi transmitido no canal do youtube da Federação.

No Fórum foram discutidos os principais benefícios, desafios e oportunidades do Plano Estratégico 2016-2027 para a retirada da vacinação contra a Febre Aftosa, tanto para o pecuarista como para a cadeia produtiva da carne. Em maio de 2021, alguns municípios mato-grossenses foram reconhecidos pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) como zona livre de febre aftosa sem vacinação, dentre eles estão Rondolândia e partes de Aripuanã, Colniza, Comodoro e Juína. A meta do programa é que todo o Estado seja considerado livre de febre aftosa sem vacinação.

Durante o evento o secretário descreveu o posicionamento do Governo de Mato Grosso em relação à defesa sanitária. “O Governo que buscou a excelência fiscal, a nota 'A' do Tesouro Nacional, também buscará a mesma nota na defesa sanitária. Vamos participar como sempre, dialogando com todas as entidades organizadas e com o corpo técnico do Indea. Já temos investimentos autorizados pelo governador para que tenhamos uma defesa sanitária ainda mais eficiente quando retirarmos a vacinação no Estado”, destacou Miranda.

Os fiscais do Instituto de Defesa Agropecuária do Estado de Mato Grosso (Indea-MT) participaram de dois paineis do evento, abordando os temas:  Vigilância para a Febre Aftosa, disseminação e detecção precoce - Ana Carolina Schmidt, fiscal estadual de Defesa Agropecuária e Florestal do Indea; e Perspectivas das ações do Plano Estratégico 2017-2026 em Mato Grosso - João Marcelo Brandini Néspoli, fiscal estadual de Defesa Agropecuária e Florestal do Indea.

As entidades que compõem a Equipe Gestora Estadual do Plano Estratégico 2017-2026 do Programa Nacional de Vigilância para a Febre Aftosa em Mato Grosso (PNEFA-MT) são: Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento(Mapa), Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Mato Grosso (Famato), Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat), Associação dos Criadores de Suínos de Mato Grosso(Acrismat), Associação dos Produtores de Leite de Mato Grosso(Aproleite), Instituto de Defesa Agropecuária de Mato Grosso (Indea-MT), Fundo Emergencial de Saúde Animal (Fesa), Conselho Regional de Medicina Veterinária e Zootecnia do Estado de Mato Grosso CRMV-MT(CRMV-MT) e Sindicato das Indústrias Frigoríficas de Mato Grosso (Sindifrigo).





Editorias