Pular para o conteúdo
Voltar

INDEA REALIZA AÇÃO DE VIGILÂNCIA PARA PROTEÇÃO DA FRUTICULTURA MATO-GROSSENSE

O levantamento tem como objetivo evitar a mosca carambola, que pode destruir frutas e causar prejuízo de milhões de dólares ao País se não houver o devido controle.
Assessoria | Sedec-MT

- Foto por: Indea - MT
A | A

A mosca da carambola (Bactrocera Carambolae) é uma das pragas mais destrutivas de frutos carnosos no mundo. Ela pode dizimar até 100% da produção em frutíferas como laranja doce, tangerinas, goiabas, mangas e caju, causando grande prejuízo ao fruto e impossibilitando a sua exportação. De acordo com os dados do Ministério da Agricultura, o Brasil é o terceiro maior produtor mundial de frutas, com cerca de 45 milhões de toneladas ao ano e quase um terço destinado ao mercado externo.

Por isto, o Instituto de Defesa Agropecuária do Estado de Mato Grosso (INDEA- MT) faz o levantamento da detecção do inseto desde 2006. Estima-se que o potencial de perda anual para o Brasil em caso de disseminação seja de US$30,8 milhões no primeiro ano e de US$100 milhões no terceiro ano se não houver ação efetiva de controle. Por isto, em 2018 quando o Estado de Mato Grosso foi classificado como “alto risco” as inspeções foram intensificadas para garantir maior segurança na produção.

“O levantamento é feito por meio do monitoramento quinzenal de mais de cem armadilhas espalhadas nos principais pontos de entrada e circulação de pessoas em Mato Grosso. Os técnicos fazem a inspeção, troca da base colante e dos feromônios da armadilha e caso encontrem insetos suspeitos encaminham para análise laboratorial”, explica Renan Tomazele, diretor técnico do INDEA MT.

Até o momento não foi encontrado nenhum deste inseto no Estado e, apesar de Mato Grosso não ter grande representatividade na fruticultura nacional, o setor está em grande expansão, principalmente entre os produtores da agricultura familiar. Desta forma, o monitoramento é importante para evitar prejuízos no meio e evitar a disseminação aos demais Estados. 

 





Editorias