Pular para o conteúdo
Voltar

O Instituto de Defesa Agropecuária de Mato grosso realiza operação conjunta com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento para coibir o uso de Agrotóxicos ilegais

A operação teve por objetivo fiscalizar de forma integrado a receptação, o depósito e o uso de agrotóxicos legais e ilegais, tais como contrabandeados ou falsificados, produtos sem origem
Max Campos | Indea-MT

Foto por: - Foto por: Divulgação Indea-MT
Foto por:
A | A

No período de 09 a 13 de dezembro de 2019, o Instituto de Defesa Agropecuária de Mato grosso (Indea-MT) e o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) realizaram uma Força-Tarefa para coibir o uso de agrotóxicos ilegais. O objetivo foi fiscalizar de forma integrada a receptação, o depósito e o uso de agrotóxicos legais (dentro do sistema regulatório) e ilegais, tais como contrabandeados ou falsificados bem como produtos sem origem. Verificou-se ainda o armazenamento e destinação inadequada de agrotóxicos e embalagens vazias. A operação ocorreu simultaneamente em duas regiões do Estado de Mato Grosso, sendo dividida em duas regiões sendo região 01 abrangendo propriedades dos municípios de Sinop, Santa Carmem, Sorriso, Ipiranga do Norte e Vera, e região 02 com propriedades rurais nos municípios de Primavera do Leste, Campo Verde, Dom Aquino e Poxoréu.

A operação foi executada por fiscais estaduais de defesa agropecuária engenheiros agrônomos do Indea-MT, auditores fiscais federais do Mapa, policiais do Grupo de Operações Especiais da polícia civil–GOE e contou com o apoio da policia federal e de fiscais estaduais do IMA/MG. Os trabalhos foram realizados de forma conjunta e ao todo foram mobilizadas 45 (quarenta e cinco) pessoas, sendo 22 (vinte e dois) fiscais do Indea/MT, 13 (treze) auditores fiscais do Mapa, 2 (dois) fiscais estaduais do IMA-MG, 6 (seis) Policiais do Grupo de Operações Especiais e 2 (dois) policiais federais na equipe de apoio, divididos em 11 (onze) equipes de fiscalização.

Nas duas regiões descritas foram fiscalizadas 84 (oitenta e quatro) propriedades rurais, sendo emitidos pelo Indea-MT, 72 (setenta e dois) termos de notificação e 52 (cinquenta e dois) autos de infração, e pelo Mapa, 17 (dezessete) notificações e 14 (quatorze) autuações. Além disso, foram emitidos 33 (trinta e três) termos de apreensão, sendo constatadas 94 embalagens vazias de produtos ilegais, aproximadamente 2.000 quilos e 130.000 litros de produtos irregulares, dentre eles produtos importados sem autorização, produtos sem registro no Mapa e sem cadastro junto ao Indea/MT, bem como produtos de uso domissanitários sendo utilizados na atividade agrícola.

Durante as fiscalizações foram entregues panfletos explicativos com informações sobre agrotóxicos e sementes ilegais, de forma a contribuir na orientação ao produtor, possibilitando a identificação dos produtos e o conhecimento das possíveis consequências do uso de produtos agrotóxicos ilegais.

Ainda durante a operação, os produtores rurais foram orientados a adquirir produtos cadastrados no Indea-MT e registrados junto ao Mapa, em estabelecimentos comerciais registrados de forma a preservar a integridade de sua produção, além da saúde coletiva e o meio ambiente, contribuindo para a sustentabilidade do setor produtivo mato-grossense, de forma a atingir índices cada vez maiores de produtividade e rentabilidade.

        


Download



Editorias